Atenção! O Portal dos Bancários RS utiliza cookies neste site, eles são utilizados para melhorar a sua experiência de uso e estatísticos.

Caixa 161 anos | 11/01/2022
Entidades sindicais promovem ato em defesa da Caixa Pública e Social nesta quarta-feira

A Fetrafi-RS, representando seus sindicatos filiados, o SindBancários Porto Alegre e Região e a CUT-RS promovem nesta quarta-feira, 12 de janeiro, ao meio-dia, um ato em frente à sede administrativa da Caixa Econômica Federal, em Porto Alegre, contra as constantes ameaças de privatização do banco público. A manifestação ocorrerá no dia em que a Caixa completa 161 anos.

Para marcar a data, dirigentes sindicais e funcionários do banco estarão em frente ao Edifício Querência, na Rua dos Andradas, nº 1000, distribuindo camisetas e conversando com a categoria sobre o projeto de desmonte dos bancos públicos e estatais.

Faço parte desta história

Um cartaz comemorativo ao aniversário será entregue nas agências da Caixa em Porto Alegre para os colegas tirarem fotos e publicarem nas redes sociais.

Doação de alimentos

O ato também vai ser uma demonstração de solidariedade. O SindBancários vai doar alimentos para o projeto CUT com a Comunidade, do qual o sindicato faz parte. A iniciativa começou em 2020 guiada por um tripé: a luta por direitos da classe trabalhadora, a solidariedade por meio das doações de alimentos e a comunicação para fazer o debate sobre como funciona a sociedade e por que temos essas desigualdades. Quem for ao ato também pode doar. O sindicato vai estar recolhendo os alimentos não perecíveis no local.

Ameaça de Privatização

Os dirigentes sindicais também vão distribuir no ato um manifesto assinado pelo sindicato, pela Fetrafi-RS, Contraf-CUT e a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae). No documento, as entidades alertam para o perigo que o patrimônio público nacional vem enfrentando nos últimos anos.

“A Caixa está sob ameaça de privatização e precisa do apoio dos mais de 200 milhões de brasileiros e brasileiras. Por isso, os bancários e bancárias da Caixa estão fazendo um chamamento público e querem envolver toda a sociedade em sua defesa, reforçando a importância de um banco para todos e todas”, diz um dos trechos do documento que será distribuído pela categoria a que passarem pelo local no dia da manifestação.

Empregados e empregadas são a força-motriz

A Caixa Econômica Federal foi fundada em 12 de janeiro de 1861 e é um patrimônio público dos brasileiros, o nosso banco social. Seus empregados e empregadas são a força-motriz que a protege e permite ao banco alcançar todo o país. São quase 85 mil pessoas presentes no dia a dia de milhões de brasileiros, levando inclusão bancária, democratização do acesso ao crédito, pagamentos de benefícios sociais, apoio à micro e pequenas empresas, além de fomento a políticas públicas de educação, esporte, saneamento, infraestrutura, agricultura familiar, moradia e sustentabilidade”, ressalta o manifesto dos bancários.

Lucro recorde

A Caixa apresentou lucro recorde em 2021, conforma aponta balanço divulgado pelo banco no final do ano passado. Somente no terceiro trimestre, o banco aferiu lucro líquido de R$ 3,2 bilhões, representando um aumento de 69,7% em relação ao mesmo período de 2020. No acumulado até setembro, o lucro da Caixa alcançou R$ 14,1 bilhões.

Serviço

Ato pelos 161 anos da Caixa

Data: 12 de janeiro de 2022

Horário: 12h

Local: Em frente ao Edifício Querência – Rua dos Andradas nº 1.000

Imprensa SindBancários, com edição da Fetrafi-RS
 

OUTRAS MATÉRIAS
Movimento sindical | 19/01/2022
Bancários querem que bancos aumentem segurança sanitária
Retorno ao home office e controle do acesso de clientes são algumas das demandas do Comando Nacional dos Bancários para conter contaminações por Covid-19; bancos vão analisar demandas e responder à representação da categoria
Caixa | 19/01/2022
Metas continuam sendo cobradas dos trabalhadores, mesmo com alto número de casos de Covid-19 e Influenza
Metas continuam sendo cobradas dos trabalhadores, mesmo com alto número de casos de Covid-19 e Influenza
Home Office | 19/01/2022
Bancários querem que bancos aumentem segurança sanitária
Retorno ao home office e controle do acesso de clientes são algumas das demandas do Comando Nacional dos Bancários para conter contaminações por Covid-19; bancos vão analisar demandas e responder à representação da categoria